Herpangina

herpangina

Aspecto clínico da lesão intrabucal de herpangina mostrando diversas úlceras de contorno irregular, localizadas no palato mole.

A herpangina é uma enterovirose de grande relevância na Estomatologia. A transmissão acontece através das fezes ou saliva contaminadas, acometendo, em especial, crianças. Hábitos de higiene pessoal, incluindo a limpeza das mãos, representam medidas preventivas importantes no controle dessa infecção. De modo geral, se trata de uma doença endêmica que se manifesta por meio de surtos. Nos países de clima temperado, estes ocorrem especialmente durante o verão e o outono, diferente dos países de clima tropical, cuja infecção é identificada ao longo de todo o ano. Após o período de incubação, os sintomas apresentados pelos pacientes são: febre, mal-estar e faringite. As lesões bucais se apresentam como vesículas na região do palato mole e amígdalas, seguidas por múltiplas úlceras dolorosas. Infecções subclínicas, também, podem ser observadas. O tratamento se restringe às medidas de suporte, tendo em vista que a evolução do processo é limitada.

 

Leitura Complementar:

1- Chen K, Chang H, Wang S, Cheng Y, Yang J. Epidemiologic features of hand-foot-mouth disease and herpangina caused by Enterovirus 71 in Taiwan, 1998-2005. Pediatrics 2007;120:e244-e252.

2- Ruan F, Yang T, Ma H, Jin Y, Song S, Fontaine RE, Zhu B. Risk factors for hand, foot, and mouth disease and herpangina and the preventive effect of hand-washing. Pediatrics 2011;127:e898-e904.