Odontoma

Os odontomas são tumores odontogênicos mistos. Embora sejam citados no grupo de tumores odontogênicos, eles não são neoplasias verdadeiras e representam, na realidade, distúrbios de desenvolvimento ou hamartomas em razão de sofrerem um processo de mutarão com a idade. Enquanto os odontomas compostos são formados por múltiplos dentículos, de tamanho e formato anormais, os odontomas complexos são constituídos por estruturas desordenadas de emalte, dentina e cemento, sem atingir um nível de morfodiferenciação que lembre um dente.

Os odontomas ocorrem principalmente em jovens, na segunda década de vida. Enquanto os odontomas compostos ocorrem mais na região anterior da maxila, o complexo atinge principalmente a região posterior dos maxilares. Ambos estão frequentemente associados com dentes inclusos. Do ponto de vista radiográfico, no odontoma composto encontramos a imagem de estruturas mineralizadas que lembram dentículos, diferente da massa amorfa encontrada no tipo complexo (Figuras A e B). Em pacientes jovens, o odontoma pode exibir predomínio de áreas de radiolúcidas, correspondente a fase inicial do processo de maturação da lesão. Microscopicamente, estruturas morfologicamente organizadas e compostas de esmalte, dentina e cemento são identificadas no odontoma composto, diferente das estruturas amorfas encontradas no tipo complexo. Ambos os tipos são tratados cirurgicamente e o prognóstico é excelente.

 

Figura A: Imagem radiográfica do odontoma composto formada por múltiplas estruturas mineralizadas que lembram dentícuos, envolvidas por discreto halo radiolúcido.

Figura B: Imagem radiográfica do odontoma complexo mostrando massa amorfa, predominantemente radiopaca e envolvida por halo radiolúcido.

 

Leitura complementar:

1- Neville BW, Damm DD, Allen CM, Chi AC. Oral and Maxillofacial Pathology. Elsevier, 4ed. ,2015.

2-Regezi JA, Sciubba JJ, Jordan RCK. Oral Pathology: Clinical Pathologic Correlations. Elsevier, 7ed., 2017.