Cisto Odontogênico Calcificante

calcifying odontogenic cyst, cisto odontogênico calcificante, tumores odontogênicos, odontogenic tumors

calcifying odontogenic cyst, cisto odontogênico calcificante, tumores odontogênicos, odontogenic tumors

Figuras: Aspecto clínico e radiográfico da lesão. Observar a expansão vestibular e palatina no exame clínico. A radiografia mostra lesão bem delimitada contendo dente incluso e pontos mineraiizados, além de reaborção dentária. Estas imagens foram cedidas pelo Prof. Wagner Henriques de Castro.

 

De acordo com a classificação da OMS (2005), o cisto odontogênico calcificante ou tumor odontogênico cístico calcificante é uma neoplasia odontogênica epitelial de origem incerta, na qual se destacam mutações no gene da β-catenina. Existe amplo debate sobre a classificação e nomenclatura deste em razão da eventual presença de odontomas (malformações dos tecidos dentários), áreas com proliferação epitelial ativa na cápsula com localização extra ou intraóssea. Ocorre em pacientes de todas as idades, embora acometa os mais jovens. As lesões centrais (intraósseas) não apresentam predileção por localização específica, afetando tanto a mandíbula como a maxila. No entanto, as periféricas ocorrem principalmente na região anterior. Os exames radiográficos das lesões intraósseas apresentam as seguintes características: área radiolúcida uni ou multiloculada, com limites definidos e presença de pontos mineralizados em quantidades variáveis. O tratamento deve ser por enucleação, observando poucos relatos de recidivas. Além disso, destaca-se que algumas destas lesões são notadamente sólidas, enquanto outras se mostram com aparência cística, sendo as primeiras (sólidas) denominadas de tumor dentinogênico de células fantasmas.

Histopatologia

 

Leitura Complementar:

1- Barnes L, Evenson JW, Reichart P, Sidransky D. Pathology & Genetics. Head and Neck Tumors. IARC: Lyon, 2005.

2- Reichart P, Philipsen H. Odontogenic Tumors and Allied Lesions. Quintessence Publishing: London, 2004.