Resultado

Todas as possibilidades abaixo devem ser consideradas no diagnóstico diferencial, exceto:

  - Reação de corpo estranho

  - Cavidade óssea idiopática (cisto ósseo traumático)

  - Lesão central de células gigantes

X- Fibroma não-ossificante

 

Comentário:

A cavidade ossea idiopática é uma alteração óssea de etiologia desconhecida,caracterizada pela presença de cavidade sem revestimento epitelial, ocorrendo principalmente na região anterior ou corpo de mandíbula de pacientes jovens. Apresenta imagem radiolúcida com limites, em algumas áreas, bem definidos, sem causar reabsorção ou deslocamento de dentes. A lesão central de células gigantes é uma lesão proliferativa benigna caracterizada pela proliferação de células mononucleares intercaladas por numerosas células gigantes osteoclásticas. Tal lesão ocorre principalmente na região anterior da mandíbula em pacientes jovens.
Os implantes de silicone são muito utilizados em cirurgias estéticas, com frequência na região mentoniana. No corpo humano, o uso de silicone pode ocasionalmente provocar o surgimento de uma reação inflamatória adversa, levando a destruição tecidual, inclusive do osso adjacente; pois a sua presença pode induzir a formação de granuloma do tipo corpo estranho, levando, radiograficamente, a formação de uma imagem semelhante a de alguns cistos e tumores odontogênicos e não-odontogênicos.
Na enquete em questão, o paciente foi previamente submetido a um implante de silicone, porquanto, o diagnóstico foi de reação de corpo estranho em resposta ao referido material. Desta forma, as três primeiras alternativas devem ser consideradas no diagnóstico diferencial. Destaca-se que, neste caso, o fibroma não ossificante não se caracteriza como possível diagnóstico, uma vez que se trata de alteração não neoplásica que ocorre principalmente na metáfise de ossos longos. Adicionalmente, registra-se que em recente revisão desta lesão, constatou-se que todas as ocorrências nos maxilares afetaram somente a região posterior de mandíbula, incluindo ângulo, ramo ou côndilo.

Leitura complementar:

1- Chrcanovic BR, Albanese AL, Freire-Maia B, Nunes FCF, Souza PEA, Gomez RS. Nono ossifying fibroma (metaphyseal fibrous defect of mandible. Oral Maxillofac Surg 2011;15:233-237.

2-  Gonçalves ES, Almeida AS, Soares S, Oliveria DT. Silicone implant for chin augmentation mimicking a low-grade liposarcoma. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod 2009;107:e21-e23.


Prof. Ricardo Santiago Gomez
- Professor Titular da Disciplina de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais.
- Coordenador do Laboratório de Patologia Molecular da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais.

Orientador no Programa de Pós-Graduação em Medicina Molecular da UFMG

Orientador no  Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UFMG

Link para o Currículo Lattes:

https://lattes.cnpq.br/5760422122697584

Trabalhos indexados no PUBMED